14:19 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    301
    Nos siga no

    As sanções que o Ocidente impôs contra a Rússia poderiam dificultar o desenvolvimento da energia renovável no mundo, advertiu Aleksandr Bedritsky, assessor presidencial russo para as questões climáticas.

    A declaração do especialista foi divulgada hoje se referindo à Cúpula do Clima a ser realizada em Paris, entre 30 de Novembro e 11 de Dezembro.

    "Essas limitações podem ter implicações para o desenvolvimento da energia verde; restringem a produção de gás natural, um combustível que é mais ecológico para o meio ambiente do que o carvão e o petróleo, e o desenvolvimento das hidrelétricas", diz o texto.

    O especialista também acusou países ocidentais de tentar influenciar as decisões do Fundo Verde para o Clima para ‘friar’ os projetos concretos da Rússia destinados a desenvolver tecnologias limpas e melhorar a situação ambiental no Ártico e em outras regiões.

    "As medidas restritivas unilaterais que afetam a transferência de tecnologias e o reforço do potencial financeiro de um ou outro país se contradizem com a realização dos objetivos do desenvolvimento sustentável", disse Bedritsky.


    Mais:

    Irã exportará gás para Europa e Ásia quando sanções acabarem, diz Rouhani
    'Europa pode suspender sanções contra a Rússia antes de 2017'
    Políticos italianos vão à Rússia discutir terrorismo e fim das sanções
    Rússia se recusa a barganhar com EUA e UE por fim de sanções
    Tags:
    energia, petróleo, sanções, Conferência do Clima, Ocidente, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar