16:43 07 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    42531
    Nos siga no

    O ministro das Relação Exteriores da Rússia Sergei Lavrov se reúne nesta sexta-feira (27) com o seu colega de pasta da Síria Walid Muallem para discutir o futuro da regulação síria mediante o novo cenário gerado pelo incidente com o avião militar russo Su-24, abatido esta semana pela Turquia.

    "Nós consideramos que o governo turco ultrapassou o limite do aceitável e corre o risco de conduzir a Turquia para uma situação dificílima, tanto do ponto de vista dos interesses nacionais de longo prazo, quando do ponto de vista da situação na região" – disse Lavrov antes de iniciar o encontro.

    O premiê russo destacou que Moscou continuará prestando a Damasco toda a ajuda necessária para o combate ao terrorismo, sem deixar de lado o objetivo de iniciar um processo de regulação política no país.

    "Em conformidade com o pedido do governo da República Árabe da Síria, a Rússia continuará prestando à Síria toda a ajuda necessária na captura e destruição dos terroristas. Ao mesmo tempo, no âmbito do Grupo Internacional de Apoio à Síria, nós iremos buscar o início de um processo justo, democrático e inclusivo, dentro do qual os próprios sírias poderiam definir o destino do seu país" – disse Lavrov.

    Na terça-feira (24) um caça russo Su-24 foi derrubado por um míssil ar-ar turco em espaço aéreo sírio. O Ministério da Defesa garantiu ter provas objetivas de que durante todo o voo o avião se manteve sempre sobre o território da Síria.

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou que o incidente um "golpe pelas costas", que terá consequências sérias para as relações entre Moscou e Ancara.

    Tags:
    Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar