05:33 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    14291
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, listou as tropas leais ao presidente da Síria, Bashar Assad, entre as forças que o país trabalharia nas missões por terra contra o Estado Islâmico no país árabe.

    Em entrevista à rádio RLT, o chanceler francês afirmou que os militares no solo não poderiam ser da França, mas “soldados do Exército Livre da Síria, de Estados árabes sunitas e, por que não, tropas do regime e, claro, os curdos também”.

    Fabius afirmou que o primeiro objetivo da França é Raqqa, cidade de onde o Estado Islâmico articula todas as suas ações na Síria e no exterior.  As aviações russa e francesa têm realizado inúmeros ataques nesta área nos últimos dias, segundo informou o chanceler.

    Na quinta-feira (26), o presidente russo, Vladimir Putin, recebeu seu colega francês, François Hollande, em Moscou, para um encontro onde acertaram o início de uma colaboração entre os dois países contra o terrorismo.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    Tags:
    ataque, cooperação, reunião, encontro, terrorismo, curdos, sunitas, tropas, Exército Livre da Síria, Estado Islâmico, Bashar Assad, François Hollande, Vladimir Putin, Laurent Fabius, Raqqa, Síria, Damasco, Moscou, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar