10:35 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Ivica Dacic em janeiro de 2015

    OSCE: Chanceleres da Rússia e Turquia podem encontrar-se na Sérvia

    © AFP 2017/ Patrick Domingo
    Mundo
    URL curta
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    286817

    A reunião pode ser realizada apesar de tensões recentemente escaladas entre Moscou e Ancara devido ao abate do avião russo Su-24 pelo lado turco.

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov pode reunir-se com o seu homólogo turco Mevlut Cavusoglu no âmbito da conferência da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) que será realizada entre 3 e 4 de dezembro na capital sérvia, Belgrado. 

    A respetiva informação foi divulgada nesta quinta-feira (26) pelo presidente da OSCE Ivica Dacic durante declarações à imprensa.

    Na próxima semana a capital sérvia deve sediar a 22ª conferência da OSCE, que reunirá 40 ministros estrangeiros.

    "Certos ministros do Exterior que ficam na situação na qual não existe a comunicação oficial entre os dois países, nem encontros oficiais dos seus representantes, podem encontrar-se durante o evento. Assim, os ministros da Turquia e da Rússia provavelmente se encontrarão pela primeira vez [desde a escalação de tensões nas relações bilaterais]," disse Dacic.

    Mais cedo a representante oficial da chancelaria russa Maria Zakharova declarou que durante conversa telefônica com o seu homólogo turco Sergei Lavrov não aceitou convite para uma reunião. Segundo ela, Moscou presta atenção aos relatos na mídia que, citando representantes da chancelaria turca, divulgam informação que alegadamente foi atingido um acordo de realizar um encontro entre os dois chanceleres em breve. 

    “Tais declarações do Ministério das Relações Exteriores turco mais uma vez mostram a ausência de conceitos básicos de ética e respeito, e são caraterísticos do ponto de vista de tudo que ouvimos de Ancara”, disse.

    As relações russo-turcas estão por um fio após o avião russo Su-24 ter sido abatido na Síria. O presidente Vladimir Putin declarou que o avião foi atingido por um míssil "ar-ar" disparado de um avião F-16 turco, tendo o avião caído em território sírio, a quatro quilômetros da fronteira com a Turquia. O presidente russo chamou o abate do avião de "golpe nas costas" por parte dos coniventes com o terrorismo.

    Tema:
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    Tags:
    reunião, OSCE, Maria Zakharova, Sergei Lavrov, Ivica Dacic, Sérvia, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik