19:24 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    2221
    Nos siga no

    O assessor militar do Líder Supremo do Irã, general Yahya Rahim Safavi, afirmou nesta quinta-feira (26), durante uma cerimônia em Isfahan, que a decisão de Ancara de abater o caça russo foi um erro que poderia colocar a Turquia em apuros.

    “A estratégia da Turquia de estender o apoio aos terroristas e abater o avião da Rússia terá consequências desastrosas para o país”, afirmou Safavi.

    O assessor do aiatolá Ali Khamenei lamentou a situação no Oriente Médio, destacando que somente na Síria morreram 250 mil pessoas e que 9 milhões de iraquianos e sírios perambulam pelas ruas das grandes cidades à procura de refúgio ou se abrigando em tendas.

    Na terça-feira (24), um caça Su-24 da Rússia foi derrubado na Síria enquanto realizava uma operação contra o Estado Islâmico. O presidente russo, Vladimir Putin, disse que o avião foi abatido por um míssil ar-ar lançado por um caça F-16 turco sobre o território sírio, caindo a 4 quilômetros da fronteira turca. Ele descreveu o ataque como uma “punhalada nas costas” realizada por “cúmplices de terroristas”.

    Tema:
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    Tags:
    fronteira, terroristas, míssil, refugiados, apuros, consequências, queda, Su-24, F-16, Estado Islâmico, Aiatolá Khomeini, Yahya Rahim Safavi, Vladimir Putin, Ancara, Turquia, Oriente Médio, Iraque, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar