04:16 29 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    38733
    Nos siga no

    A Rússia, ao deslocar sistemas S-400 à sua base aérea na Síria, fundamenta-se no fato de que o avião russo Su-24 foi abatido no espaço aéreo da Síria, o que é uma violação do direito internacional e ação hostil, disse nesta quarta-feira (25) o porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov.

    “O avião foi abatido no céu sírio o que é uma violação do direito internacional e ação extremamente hostil em relação a um avião militar da Federação da Rússia. É nisso que nos baseamos”, disse Peskov.

    O porta-voz também sublinhou que a Rússia em primeiro lugar orienta-se pelos dados do controle dos especialistas russos que acompanhavam o voo do Su-24 derrubado. 

    Nesta terça-feira (24), um caça russo Su-24 foi abatido na Síria. O presidente Vladimir Putin declarou que o avião foi abatido por um míssil "ar-ar" disparado de um avião turco F-16, tendo o avião caído em território sírio, a quatro quilômetros da fronteira com a Turquia. O presidente russo chamou ao abate do avião "golpe nas costas" por parte dos coniventes com o terrorismo.

    Tema:
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    Tags:
    avião, aviação, Su-24, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar