21:50 26 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    20141
    Nos siga no

    A Rússia começará em 2016 a fornecer meios de comunicação de última geração para os caças Su-35 à China, e em 2017 irá exportar seus sistemas de comunicação para aeródromos militares. A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa da estatal russa “OPK”.

    Conforme relatado durante a semana passada, a Rússia e a China assinaram um contrato de fornecimento de 24 caças multi-função Su-35.

    Depois de vários anos de negociações, a Rússia e a China finalmente assinaram um contrato de fornecimento de 24 caças Su-35 à China no valor de mais de 2 bilhões de dólares. Segundo informações divulgadas pela mídia russa, o custo de cada aeronave supera a marca 83 milhões de dólares.

    A corporação “OPK”, responsável pelo fornecimento dos sistemas de comunicação e controle para aviação militar e outros tipos de tropas, vão fornecer à China complexos de comunicações para aeródromos militares e equipar a moderna comunicação dos caças Su-35, que serão fornecidos à Força Aérea da China no âmbito do contrato com a "Rosoboronexport", a exportadora estatal de armas da Rússia.   


    Mais:

    China anuncia o maior centro de clonagem do mundo
    China: operação russa é um componente importante do combate internacional ao terrorismo
    Especialista: Rússia e China obtêm vantagens com acordo sobre caças Su-35
    Rand Corp: EUA terão que suar para manter superioridade aérea perto da China continental
    Tags:
    fornecimento, caças, Su-33, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar