06:44 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Instalações nucleares em Arak, Irã, 15 de setembro de 2015

    Rússia recomeça cooperação nuclear com Irã

    © AFP 2019 / HAMID FOROUTAN
    Mundo
    URL curta
    7221

    O presidente russo Vladimir Putin levantou a proibição de fornecimento ao Irã de equipamento e tecnologias necessárias para transformar a instalação nuclear iraniana em Fordow e o reator nuclear em Arak, bem como as restrições de importação de urânio enriquecido do Irã.

    Segundo o documento divulgado no portal eletrônico de informações jurídicas, “as restrições e limites ou outras medidas…não abrangem o fornecimento, venda ou transferência de equipamento, produtos e tecnologias…que estejam diretamente ligados à modificação […] da instalação em Fordow para produzir isótopos estáveis por enriquecimento de centrífuga, exportações de urânio enriquecido do Irã cujas reservas excedam 300 kg, em troca do fornecimento ao Irã de gás natural bem como à modernização do reator em Arak”.

    Desde o presente momento, todos os órgãos públicos, industriais, comerciais, financeiros e de transportes, organizações financeiras e todos os indivíduos sob a jurisdição russa devem partir desta ordem, destaca-se no documento.

    Segundo o Plano de Ação Universal Conjunta, a instalação nuclear em Fordow deve ser transformada numa empresa de produção de isótopos estáveis para fins médicos e industriais. Um pouco antes, a corporação estatal Rosatom informou haver progresso na reconfiguração da instalação em Fordow.

    O Plano de Ação Universal Conjunta prevê que o Irã deve reduzir as suas reservas de urânio enriquecido a não mais de 3,67% para 300 kg. Tudo o resto deve ser exportado.

    O presidente Putin anunciou esta decisão no início da sua visita ao Irã que começa hoje (23). O líder russo já chegou à capital iraniana para participar da cúpula dos países-membros do Fórum de Países Exportadores de Gás.

    Espera-se que, durante a sua visita, Putin se encontre com o líder supremo do Irã Ali Khamenei e com presidente iraniano Hassan Rouhani, bem como com o presidente venezuelano Nicolas Maduro.

    No fim da cúpula se planeja concluir uma declaração conjunta do Fórum que reflita as posições principais dos países-membros sobre os assuntos de cooperação internacional na área do gás.

    Tags:
    instalações nucleares, urânio enriquecido, nuclear, cooperação, Vladimir Putin, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar