09:47 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    13291
    Nos siga no

    Os pilotos que participam da campanha russa na Síria ganharam um novo estímulo para manter a intensidade de ataques contra as posições terroristas. Revoltada com os atentados em Paris e com a derrubada do Airbus A321 russo no Egito, a Força Aeroespacial da Rússia irá até o fim para libertar a Síria e proteger a Rússia de novos ataques.

    Nesta sexta-feira, em reunião com representantes do Ministério da Defesa, o presidente Vladimir Putin reconheceu o excelente trabalho que vem sendo realizado pela aviação russa na luta contra os militantes extremistas na Síria. No entanto, ele destacou que, agora, mais do que nunca, é preciso manter o ritmo dos bombardeios contra os terroristas para garantir a segurança da própria Federação Russa e de seus aliados nessa campanha.

    Com frases como "Por nós (ou pelos nossos) e por Paris" em seus aviões, os pilotos russos realizaram 394 missões a partir da base aérea de Hmeymim, na Síria, nos últimos três dias, segundo informou o comandante Alexey Maksimtsev ao presidente Putin. Segundo ele, os ataques realizados pela Rússia ajudaram o Exército sírio a avançar em todas as direções, com destaque para os progressos realizados nas proximidades de Aleppo e nas áreas montanhosas de Latakia.

    Tema:
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    Tags:
    atentados, bombardeios, ataques, terroristas, Alexey Maksimtsev, Vladimir Putin, Aleppo, Hmeymim, Latakia, Egito, Síria, Paris, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar