02:41 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    França e Rússia: nova etapa na luta contra o terrorismo (14)
    11363
    Nos siga no

    A imprensa russa noticiou nesta quarta-feira (18) rumores de que navios de guerra da Rússia implantados no Mediterrâneo darão cobertura para o porta-aviões francês Charles de Gaulle, que segue para a Síria como parte dos esforços conjuntos contra o Estado Islâmico.

    “Os navios da Marinha da Rússia no Mar Mediterrâneo serão encarregados principalmente de garantir a sustentabilidade de combate, ou seja, todos os tipos de defesa aérea, antissubmarino, contra sabotagem etc.”, revelou uma fonte da Marinha russa à RIA Novosti.

    A frota russa ainda pode ajudar o grupo naval francês em operações de resgate e pode inspecionar navios suspeitos de transportar cargas para o Estado Islâmico. As informações não foram oficialmente confirmadas ou negadas.

    Na terça-feira (17), o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou que as forças russas na região do Mediterrâneo estabeleçam um contato direto com as francesas e trabalhem como aliadas. O Estado-Maior e o Ministério da Defesa da Rússia vão elaborar um plano de atividades conjuntas no mar e no ar.

    Em uma conversa telefônica, Vladimir Putin e o presidente francês, François Hollande, concordaram em garantir a cooperação militar e de inteligência entre a Rússia e a França. Os dois líderes também acertaram uma reunião em Moscou, em 26 de novembro.

    O centro conjunto destinado a coordenar os esforços dos navios russos e franceses deve ser criado no míssil cruzador russo Moskva, estacionado no Mar Mediterrâneo.

    Tema:
    França e Rússia: nova etapa na luta contra o terrorismo (14)
    Tags:
    sabotagem, contraterrorismo, defesa aérea, terrorismo, luta, combate, coalizão, cruzador, encontro, inteligência, proteção, segurança, porta-aviões, Moskva, Charles de Gaulle, Marinha, Ministério da Defesa, Estado Islâmico, François Hollande, Vladimir Putin, Mar Mediterrâneo, Moscou, Síria, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar