13:06 21 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)
    23119
    Nos siga no

    O presidente da França, François Hollande, disse nesta segunda-feira em discurso no parlamento que o porta-aviões Charles de Gaulle será enviado para a Síria na próxima quinta-feira para ajudar no combate ao Estado Islâmico.

    "Os patrocinadores do ataque em Paris devem saber que seus crimes aumentaram a determinação da França para lutar e para destruí-los", declarou Hollande. 

    Prometendo aumentar a participação francesa na luta contra o Estado Islâmico, o líder francês disse que a Síria é a maior fábrica de terroristas que o mundo já conheceu, e que pretende unir forças com os Estados Unidos e com a Rússia em uma coalizão forte e unida contra o EI. 

    "Nós não estamos em uma guerra de civilizações. Esses assassinos não representam uma civilização. Nós estamos em guerra com o terrorismo jihadista, que ameaça o mundo inteiro, e não só a França". 

    Na última sexta-feira, 13, terroristas armados com metralhadoras e explosivos coordenaram e executaram uma série de ataques em diferentes pontos de Paris e da região metropolitana da capital francesa, matando cerca de 130 pessoas e deixando outras 350 feridas.

    Tema:
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)

    Mais:

    Alemanha não pensa em aumentar gastos com segurança por conta dos ataques em Paris
    Quais são os obstáculos legais para intensificação da campanha ocidental contra EI?
    Rússia deve derrotar EI na Síria para começar operação no Iraque
    Tags:
    terrorismo, Estado Islâmico, François Hollande, Rússia, EUA, Paris, Síria, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar