05:52 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Voto no Conselho de Segurança da ONU

    Parlamento russo propõe sanções da ONU contra países que apoiam terrorismo

    © REUTERS / Mike Segar
    Mundo
    URL curta
    22431
    Nos siga no

    O Conselho da Federação da Rússia (câmara alta do Parlamento) propõe à ONU e a outras instituições internacionais introduzir "sanções duras" contra os países que prestam apoio aos terroristas ou cooperam com eles.

    "A proposta do Conselho da Federação russa à ONU é introduzir as sanções contra os Estados que financiam organizações terroristas ou estão envolvidos no fornecimento de armas para eles", disse à RIA Novosti uma fonte no Conselho da Federação.

    "Desenvolver e adotar a nível das Nações Unidas e de outras instituições internacionais, um sistema de sanções severas contra Estados, pessoas físicas e jurídicas que prestam apoio direto ou indireto aos terroristas ou colaboram com eles", diz-se na declaração do Parlamento russo dirigida aos parlamentos do mundo e organizações internacionais em conexão com os ataques terroristas em Paris.

    Os senadores também apelam a terminar rapidamente a Convenção Global sobre o Terrorismo Internacional.

    O Conselho da Federação russa vai fazer um apelo oficial aos parlamentos do mundo e organizações internacionais na sequência da necessidade de unir esforços na luta contra o terrorismo internacional. O texto será desenvolvido em cooperação com o Comitê do Conselho da Federação para Defesa e Segurança. Mais cedo, o presidente da Câmara alta do Parlamento russo Valentina Matvienko manifestou o seu apoio à adoção de "medidas duras para punir os países" que "apoiam o terrorismo e o armam". 

    Mais:

    Putin: Estado Islâmico é financiado por 40 países inclusive membros do G20
    Líderes do G20 expressam necessidade de solidariedade na luta contra o terrorismo
    Rússia pretende responsabilizar operadores de telecomunicações por apoio ao terrorismo
    Polícia francesa detém três pessoas em raide contra terrorismo
    Tags:
    Defesa, ataques terroristas, terrorismo, ONU, Conselho de Segurança da ONU, Estado Islâmico, Valentina Matvienko, França, Mundo, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar