08:37 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    011
    Nos siga no

    O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, visitará a Coreia do Norte ainda esta semana. A informação foi divulgada pela agência sul-coreana Yonhap, com fontes das Nações Unidas. A visita aconteceria em maio deste ano, mas Pyongyang retirou a autorização de entrada no país.

    Segundo o órgão de imprensa, a fonte afirmou que é impossível que Ban Ki-moon, nascido na Coreia do Sul, não se encontre com o líder norte-coreano Kim Jong-un, uma vez que a Coreia do Norte faz parte dos quadros da ONU, sendo também uma tradição dos secretários das Nações Unidas se reunir com o chefe de Estado dos países que visita.

    A expectativa mundial é de que o encontro possa contribuir bastante para a estabilidade na Península Coreana. Ban Ki-moon foi chanceler de seu país entre 2004 e 2006, época bastante frutífera nas conturbadas relações entre os dois vizinhos. Um acordo chegou a ser celebrado neste período, mas posteriormente foi esvaziado.

    Tecnicamente a Coreia do Sul e a Coreia do Norte permanecem em guerra desde 1953, quando houve um cessar-fogo, porém sem jamais ser assinado um Tratado de Paz. No dia 1º de outubro, durante a 70ª Assembleia Geral da ONU, o ministro das Relações Exteriores norte-coreano, Ri Su Yong, cobrou a celebração deste documento.

    A ONU ainda não confirmou a visita de Ban Ki-moon à Coreia do Norte. Caso se concretize, ele será o terceiro secretário-geral das Nações Unidos a viajar ao país asiático, o primeiro em 22 anos. Anteriormente, o austríaco Kurt Waldheim e o egípcio Boutros Ghali estiveram em Pyongyang, respectivamente, em 1979 e 1993. O sul-coreano assumiu o cargo em 2007.

    A Coreia do Norte está sob sanções do Conselho de Segurança da ONU por conta de seus testes com armas nucleares.

    Tags:
    Coreia do Norte, Pyongyang, Coreia do Sul, Áustria, Egito, Península Coreana, Ban Ki-moon, Kim Jong-un, Ri Su Yong, Boutros Ghali, Kurt Waldheim, ONU, Conselho de Segurança da ONU, Nações Unidas, Assembleia Geral da ONU, Tratado de Paz, visita, viagem, encontro, relações diplomáticas, guerra, sanções
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar