10:47 17 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)
    933
    Nos siga no

    Descoberta de passaporte indica possível conexão síria que já era averiguada por investigadores franceses.

    Segundo oficiais gregos, o dono do passaporte sírio encontrado na cena de um dos ataques em Paris esteve na Grécia em outubro.

    “Confirmamos que o dono do passaporte sírio passou pela ilha grega de Leros no dia 3 de outubro, quando ele foi registrado sob leis da União Europeia”, diz um comunicado assinado por Nikos Toskas, ministro para proteção de cidadãos.

    Toskas não soube informar se o passaporte foi conferido em outros países pelos quais o dono possivelmente passou em seu caminho até a França.

    A polícia francesa informou que o documento foi encontrado “perto do corpo de um dos terroristas” na casa de shows Bataclan, onde 82 pessoas morreram.

    Uma série de atentados em seis locais diferentes abalou Paris e chocou o mundo na noite desta sexta-feira. Terroristas do grupo Estado Islâmico abriram fogo em um restaurante; detonaram três bombas perto do Stade de France, onde França e Alemanha disputavam uma partida amistosa de futebol; e tomaram reféns em uma casa de shows Bataclan. Segundo estimativas oficiais, os atentados deixaram pelo menos 127 mortos e mais de 250 feridos.

     

    Tema:
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)

    Mais:

    Sistema de segurança russo é colocado em alerta máximo
    Deputado francês: ‘É muito simples, estamos em guerra’
    Trem de alta velocidade descarrila na França
    Cidade das Luzes fica escura por causa de luto nacional
    Aeroporto de Gatwick em Londres foi evacuado
    «EUA estão condenados a combater o EI para sempre»
    Tags:
    investigação, terrorismo, mortes, passaporte, atentado, União Europeia, Estado Islâmico, União Europeia, Leros, Síria, Grécia, Paris, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar