23:48 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)
    331112
    Nos siga no

    Reagindo a uma série de atentados terroristas que assolaram Paris na noite desta sexta-feira (13), o presidente da França, François Hollande, esteve reunido no Ministério do Interior com o primeiro-ministro, o ministro do Interior e a ministra da Justiça do país, e convocou uma reunião do Conselho de Ministros.

    Durante as reuniões, foi declarado estado de emergência e tomada a decisão de fechar prontamente as fronteiras da França para evitar que novos atos terroristas.

    “Dentro de alguns instantes começará uma reunião de emergência do Conselho de Segurança. Será tomada a decisão de introduzir um estado de emergência e o fechamento das fronteiras” – disse Hollande em discurso televisionado na França.

    Nas palavras do presidente, alguns estabelecimentos serão fechados, a circulação dos transportes poderá ser interditada e buscas serão realizadas em toda a região metropolitana de Paris.

    “Precisamos ter a certeza de que ninguém conseguirá entrar no território do país para realizar quaisquer atos, e para que aqueles que conseguirem realizar esses crimes não possam deixar o território do país” – disse Hollande.

    O presidente francês destacou ainda que o governo mobilizará todas as forças, incluindo a presença militar, para neutralizar os terroristas e garantir a segurança dos cidadãos.

    Enquanto isso, a imprensa local aumenta para 60 o número de pessoas mortas em decorrências dos tiroteios na cidade.

     

    Tema:
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)
    Tags:
    estado de emergência, reféns, atentado, terrorismo, François Hollande, França, Paris
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar