14:14 17 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Rebeldes sírios preparam um lançador de morteiro

    Rebeldes apoiados pela CIA recebem armas capazes de derrubar aviões comerciais

    © REUTERS / Mohamad Bayoush
    Mundo
    URL curta
    51653

    A CIA pediu à Turquia e à Arábia Saudita para fornecer a certos rebeldes sírios novas armas capazes de derrubar aviões, incluindo jatos de passageiros que voam a altas altitudes, escreveu a jornalista Hildegard von Hessen am Rhein para o Boulevard Voltaire.

    O fato de que os militantes que lutam contra Bashar Assad, aliado da Rússia, possuem armamentos capazes de destruir aviões comerciais voando a mais de 10 mil metros torna a situação muito pouco confortável para o governo dos Estados Unidos, num momento em que se discute as razões da queda de um Airbus A321 russo no Egito, diz von Hessen. 

    "Eu realmente me pergunto como John Kerry ainda pode olhar nos olhos de Sergei Lavrov durante as conversas de reconciliação síria em Viena". 

    De acordo com a jornalista, sistemas lançadores de mísseis portáteis (MANPADS) foram entregues à oposição síria, por ordens da inteligência norte-americana, para serem utilizados nos combates contra as forças de Damasco. Embora Washington afirme que armas desse tipo só tenham sido dadas a rebeldes considerados "moderados", não há qualquer garantia, defende Hildegard, de que tais sistemas não tenham caído nas mãos de jihadistas mais radicais, como aconteceu com outros equipamentos fornecidos pelos EUA, que hoje são utilizados pelo Estado Islâmico e pela Frente Al-Nusra.

    Para concluir, von Hessen argumenta que mesmo que o avião da companhia russa Kogalymavia (Metrojet) não tenha sido alvo de um desses armamentos providenciados pela CIA, o uso dessas armas pelos rebeldes representa um risco muito grande para os caças russos que combatem os terroristas na Síria e também para outras aeronaves, incluindo comerciais, que se aproximarem do raio de ação de extremistas equipados com esses sistemas. 

    Tags:
    A321, avião, MANPADS, Guerra Civil Síria, Metrojet, Kogalymavia, Boulevard Voltaire, Frente al-Nusra, Airbus, CIA, Estado Islâmico, Hildegard von Hessen am Rhein, Sergei Lavrov, John Kerry, Península do Sinai, Egito, Síria, EUA, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar