21:47 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    0 100
    Nos siga no

    Na sequência do atentado em Beirute, a Rússia exortou hoje (13) todas as forças no Oriente Médio a se unirem em um único poder para derrotar o grupo jihadista Estado Islâmico.

    "Mais uma vez, incentivamos todas as forças dentro e além do Oriente Médio interessadas em eliminar o Estado Islâmico e outras organizações criminosas semelhantes a unirem-se em uma única frente (…) para derrotar os terroristas assim que possível e restaurar a estabilidade no Oriente Médio", diz o comunicado da chancelaria russa nesta sexta-feira.

    Na quinta-feira (12), dois atentados suicidas reivindicados posteriormente pelo Estado Islâmico mataram pelo menos 43 pessoas na capital do Líbano.

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia pediu que os autores do ataque terrorista sejam rapidamente levados à justiça. No começo do dia, o presidente russo Vladimir Putin enviou um telegrama de condolências a Nabih Berri, presidente do Parlamento libanês, afirmando que Moscou estava preparada para cooperar estreitamente com as autoridades libanesas na luta contra o terrorismo.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)

    Mais:

    Mídia: Estado Islâmico assume autoria do atentado em Beirute
    General curdo: “ao Estado Islâmico restam três opções: retirada, rendição ou destruição”
    Curdos esperam expulsar Estado Islâmico de Sinjar em 10 dias
    Rússia: Estado Islâmico e outros grupos terroristas usam gás mostarda na Síria
    Tags:
    Rússia, Moscou, Beirute, Líbano, Oriente Médio, Vladimir Putin, Nabih Berri, Estado Islâmico, atentado, ataque, terrorista, guerra, frente, cooperação, instabilidade
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar