09:41 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Local da queda do Airbus A321 no Egito

    Airbus: A321 estava em perfeitas condições técnicas

    Maxim Grigoryev
    Mundo
    URL curta
    Queda do A321 russo no Egito (60)
    132120

    O avião russo Airbus A321, que caiu no Egito em 31 de outubro, estava em perfeitas condições técnicas e não pode ter sido a causa da catástrofe, informou nesta terça-feira (10) à Sputnik o porta-voz oficial da Airbus Stefan Schaffrath, durante a feira internacional de aviação Dubai Airshow-2015.

    “Hoje nós entendemos que o avião estava tecnicamente íntegro e, portanto, a catástrofe não aconteceu por causa da aeronave. Mas, naturalmente, é preciso aguardar os resultados finais da investigação” – disse Schaffrath.

    Ele destacou que a Airbus ainda não dispõe de informações sobre onde será realizada a reconstituição dos destroços do A321 acidentado, tal decisão cabendo às autoridades da Rússia e do Egito.

    “Estaremos abertos à cooperação. Temos especialistas em Toulouse e Hamburgo, mas não somos nós que tomamos a decisão” – explicou o porta-voz da Airbus.

    O Airbus A321, da companhia russa Kogalymavia (Metrojet), com 224 pessoas a bordo, caiu na Península do Sinai, no Egito, pouco depois de deixar a cidade balneária egípcia de Sharm el-Sheikh em direção a São Petersburgo, na Rússia. Todos os passageiros e membros da tripulação morreram. Embora as investigações ainda estejam em andamento, teorias sobre um possível ataque terrorista vêm recebendo forte respaldo internacional, inclusive da inteligência norte-americana.

    Tema:
    Queda do A321 russo no Egito (60)

    Mais:

    EUA reforçam segurança aérea com medo de atentados terroristas
    Londres: Egito e Rússia podem investigar queda do A321 sem outros países
    Tags:
    técnico, condições, queda, catástrofe, acidente aéreo, A321, Airbus, Stefan Schaffrath, Rússia, Sinai, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik