21:06 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e da União Europeia

    Rússia não introduzirá mais sanções contra União Europeia

    © Sputnik/ Vladimir Sergeev
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    5106094

    O ministro russo do Desenvolvimento Econômico, Aleksei Ulyukayev, é contra a introdução de novas medidas de resposta no caso de as sanções europeias contra a Rússia serem prolongadas.

    Respondendo às perguntas dos jornalistas, Ulyukayev disse que a Rússia tem conhecimento de que os países da UE podem prolongar em dezembro as sanções econômicas contra a Rússia por mais 6 meses. As atuais sanções europeias expiram no fim de janeiro de 2016. A decisão pode ser tomada na próxima cúpula da UE, marcada para 17-18 dezembro.

    Ulyukayev destacou que não considera razoável introduzir novas medidas de resposta por parte da Rússia.

    “Não, para quê introduzir medidas de resposta? Temos um status quo. Quanto mais alargarmos o regime de sanções, tanto menos eficiente ele será. Com efeito, a adaptação a elas (sanções) na economia é um processo que terminou. Por isso não serão nenhumas medidas especiais”, disse o ministro aos jornalistas.

    A União Europeia, os EUA e alguns aliados aplicaram sanções contra a Rússia alegando a ingerência de Moscou nos assuntos internos da Ucrânia, por conta da crise em Donbass. O Kremlin nega veementemente qualquer participação no conflito ucraniano e tomou medidas restritivas de resposta.

    Em 22 de junho os chefes da diplomacia dos países da UE prolongaram as sanções econômicas contra a Rússia até 31 de janeiro de 2016. No verão de 2015 a Rússia, por sua parte, prolongou o embargo alimentício por mais um ano, até 8 de agosto de 2015.

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    Tags:
    sanções, Aleksei Ulyukayev, UE, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik