19:50 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Turistas chineses visitam São Petersburgo, capital cultural da Rússia,  4 de setembro de 2015

    China quer abolir vistos com Rússia

    © AFP 2017/ OLGA MALTSEVA
    Mundo
    URL curta
    4717112

    A China aspira a conseguir abolir os vistos para viagens à Rússia, de maneira a assegurar um maior equilíbrio na esfera turística entre os dois países, disse um responsável sênior do Ministério das Relações Exteriores chinês na terça-feira (10).

    O chefe do Departamento para Assuntos da Europa e Ásia Central do Ministério das Relações Exteriores chinês, Gui Congyou, disse por sua vez aos jornalistas russos na terça-feira que a China quer que  o turismo seja uma das medidas para reforçar relações com a Rússia:

    “[…] facilitando o controle de vistos é uma das formas de fazer com que isso aconteça”.

    Gui Congyou também indicou os passos recentes nesta área dados pelos dois países, inclusive a abolição de vistos para grupos de 5 ou mais visitantes.

    “Continuarão a facilitar o regime bilateral de vistos para turistas até que sejam abolidos todos os vistos”, disse Gui Congyou acrescentando que o número dos turistas chineses que visitaram a Rússia no ano passado dobrou, atingindo 1,1 milhão por ano.

    Segundo o oficial chinês, de cerca de 500 mil pessoas visitaram São Petersburgo somente no ano passado. Se este indicador aumentar para 5 milhões de pessoas, a Rússia lucrará muito.

    “Como cada turista chinês que chega à Rússia gasta aproximadamente 2 mil dólares, este montante será equivalente a 10 bilhões por ano”, destacou o diplomata.

    Gui Congyou lembrou que o número de visitantes russos na China se reduziu devido aos problemas econômicos mas expressou a esperança de que a Rússia superará a crise atual, permitindo que o fluxo de turistas russos que visitam a China cresça.

    Tags:
    turismo, vistos, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik