06:58 22 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Milicianos da República Popular de Donetsk retiraram armamentos

    República de Lugansk conclui retirada de armamentos da Linha de Contato

    © Sputnik / Sergei Averin
    Mundo
    URL curta
    625

    A República Popular de Lugansk (RPL) concluiu totalmente a remoção de armas e equipamentos militares ao longo dos 15 quilômetros (9 milhas) da zona de segurança no leste da Ucrânia antes do previsto, segundo afirmou o chefe de gabinete da milícia popular da RPL.

    A autoproclamada República Popular de Lugansk (RPL), no leste da Ucrânia, concluiu a retirada das armas com calibre menor do que 100 mm da região da chamada linha de contato, de acordo com anúncio realizado neste sábado (7) pelo chefe de gabinete da milícia popular da LPR.

    No final de setembro, um acordo sobre a retirada da linha de contato no leste da Ucrânia de tanques e armamento com calibre menor do que 100 milímetros foi atingido na cidade de Minsk. As partes, Kiev, bem como Lugansk e Donetsk, assinaram o acordo.

    Em outubro, a LPR começou a retirar a artilharia de calibre inferior a 100 mm a partir da linha de contato.

    "A República Popular de Lugansk concluiu totalmente a remoção de armas e equipamentos militares ao longo dos 15 km [9 milhas] da zona de segurança antes do previsto, assim, o primeiro anexo aos Acordos de Minsk foi implementado", informou Igor Yaschenko a Sputnik.

    De acordo com o chefe de gabinete da milícia popular da RPL, a república informou aos representantes da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) sobre o fato.

    A região sudeste da Ucrânia tem sido palco de um grave conflito desde abril de 2014, assim que Kiev lançou uma operação militar para reprimir as milícias locais da região de Donbass.

    Em fevereiro, as partes beligerantes assinaram um acordo na capital bielorrussa de Minsk, tratando da reconciliação ucraniana. No entanto, o cessar-fogo estipulado tem sofrido numerosas violações registradas em Donbas desde que o acordo de paz de Minsk foi assinado.

    Desde 1º de setembro deste ano, o cessar-fogo no leste da Ucrânia foi finalmente observado de maneira plena.

    Mais:

    Milícias: Kiev concentra material bélico na linha de contato sob pretexto de treinos
    Independentistas na Ucrânia retiram armas da linha de frente
    Kiev volta a concentrar armamentos na linha de frente na véspera da cúpula do G7
    Inteligência de Donetsk vê escalada militar de Kiev perto da linha de frente
    Tags:
    milícias, linha de contato, armamentos pesados, retirada, OSCE, Igor Yaschenko, Kiev, Donbass, Lugansk, Donetsk, Leste da Ucrânia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik