08:40 25 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Operação para encontrar e recuperar os corpos das vítimas no local do acidente do Airbus A321 russo no Egito, 3 de novembro de 2015

    Putin acorda suspender comunicações aéreas com Egito até o fim da investigação

    © Sputnik/ Rafael Daminov
    Mundo
    URL curta
    Queda do A321 russo no Egito (60)
    18141

    O presidente russo Vladimir Putin acordou suspender as comunicações aéreas com o Egito até que sejam determinadas razões da queda do avião A321 russo, informou o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov.

    O chefe do Serviço Federal de Segurança (FSB) Aleksandr Bortnikov informou Putin sobre os resultados da reunião do Comité Antiterrorista Nacional (CAN) e recomendou para suspender as comunicações aéreas com o Egito até que razões da queda do A321 sejam determinadas, disse aos jornalistas o porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov.

    "O chefe do país concordou com estas recomendações. Putin encarregou o governo de ajustar os mecanismos para realizar estas recomendações do CAN e assegurar a volta de todos os cidadãos russos para a Rússia", afirmou Peskov. "O presidente também pediu que ajustem a cooperação com a parte egípcia para garantir que as comunicações aéreas sejam seguras".

    Em 31 de outubro, sábado, um Airbus A321, pertencente à empresa russa Kogalymavia, saiu do aeroporto da cidade balneária de Sharm el-Sheikh, no Egito, rumo ao aeroporto de Pulkovo, em São Petersburgo (Rússia). Atravessando o céu sobre a península do Sinai, desapareceu dos radares e cessou de responder aos gerentes de voo. Em breve, se confirmou a queda do avião em um lugar da península. A aeronave ficou despedaçada no chão.

    Todos os 217 passageiros e 7 membros da tripulação morreram.

    Tema:
    Queda do A321 russo no Egito (60)

    Mais:

    Alemanha e Turquia suspendem voos para o Sinai após tragédia do avião russo A321
    Kremlin: Rússia não vai alterar postura relativa à Síria devido ao acidente aéreo do A321
    Caixas pretas do A321 são abertas
    Tags:
    queda, avião, acidente aéreo, comunicações, Airbus, Serviço Federal de Segurança (FSB), Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Egito, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik