00:54 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Pentágono envia militares das Forças Especiais para combater o Estado Islâmico na Síria

    Missão das Forças de Operações Especiais dos EUA na Síria continua secreta

    © flickr.com/ The U.S. Army
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    8024

    A missão específica das Forças de Operações Especiais dos Estados Unidos destacadas para a Síria continua a ser secreta, segundo informou a subsecretária norte-americana para Assuntos do Oriente Médio, Anne Patterson, em relatório ao Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes.

    "Algumas dessas respostas sobre as atividades e localização das forças especiais são classificadas como secretas", disse Patterson, quando perguntada sobre o que as forças especiais norte-americanas estariam fazendo na Síria.

    Na sexta-feira (30), a Casa Branca anunciou que iria enviar à Síria até 50 militares das Forças de Operações Especiais para intensificar a campanha contra o Estado Islâmico.

    Duas pequenas equipes dos EUA foram selecionadas para avaliar a situação de segurança no terreno e promover a coordenação com as forças sírias no país.

    Em 2013, o Presidente Barack Obama havia prometido não engajar soldados em operações terrestres na Síria, que vive uma violenta guerra civil desde 2011.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)

    Mais:

    Estado Islâmico insiste que derrubou avião russo no Sinai
    Estado Islâmico teria quase 30 mil combatentes estrangeiros
    Especialista: sem financiamento, Estado Islâmico perderá força em breve
    Força Aeroespacial russa destrói alvos do Estado Islâmico na província síria de Homs
    Tags:
    forças sírias, operação terrestre, operação secreta, militares, operações especiais, informações, guerra civil, cooperação, terrorismo, segurança, Estado Islâmico, Anne Patterson, Barack Obama, Estados Unidos, Oriente Médio, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik