04:49 28 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Queda do A321 russo no Egito (60)
    009
    Nos siga no

    O Estado Islâmico voltou a dizer nesta quarta-feira (4) que derrubou o Airbus A321, da companhia russa Kogolymavia, no sábado (31), no Sinai. O grupo jihadista divulgou um audio na internet dizendo que quando desejar divulgará detalhes sobre a ação terrorista.

    “Não temos obrigação de explicar. Levem os destroços e procurem, levem as caixa preta e as analisem. Depois, digam-nos o resultado”, diz um militante.

    A voz destaca que o desastre aconteceu no 17º dia do mês Muharram do calendário lunar islâmico, o primeiro aniversário da declaração de lealdade do Província do Sinai, grupo dos jihadistas egípcios, ao Estado Islâmico. Logo após a queda do avião, o braço egípcio dos extremistas já havia reivindicado a autoria do que seria um atentado.

    A Rússia está agindo com cautela sobre o fato. Na terça-feira (3), o porta-voz da Presidência russa, Dmitri Peskov, pediu para que não haja especulações sobre o desastre. Ele disse que não é necessário vincular a queda do avião às operações aéreas do país na Síria contra o Estado Islâmico.

    Tema:
    Queda do A321 russo no Egito (60)
    Tags:
    Rússia, Síria, Sinai, Egito, Dmitry Peskov, Estado Islâmico, Airbus, Península do Sinai, A321, Internet, Muharram, insiste, caixa-preta, jihadista, calendário lunar, queda, tragédia, desastre, operações, aviação russa, ataques aéreos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar