13:05 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Queda do A321 russo no Egito (60)
    762
    Nos siga no

    Tudo indica que a catástrofe do A321 foi provocada por uma falha técnica, declarou o porta-voz do governo egípcio, Hossam al Kawish à rede al Hayat.

    "Dados de satélites de Rússia e Estados Unidos excluíram a possibilidade de um acidente provocado por atentado. Tudo indica que o avião caiu por uma falha técnica", assegurou. 

    O avião Airbus A321 da empresa russa Kogalymavia, que voava de Sharm el Sheikh, no Egito, a São Petersburgo se acidentou no dia 31 de outubro na península egípcia do Sinal. 

    Os 217 passageiros e sete tripulantes que se encontravam a bordo morreram no acidente — o pior da história da aviação russa.

    Mais cedo, também nesta terça-feira, foi concluída a operação de resgate no local do acidente. "O governo egípcio deposita suas esperanças no conteúdo das caixas pretas que registram informações do equipamento e as conversas da tripulação", disse o porta-voz.

    Tema:
    Queda do A321 russo no Egito (60)

    Mais:

    Explosão a bordo do A321 aconteceu antes da colisão com terra
    Socorristas russos examinam 28 km2 no local da queda do A321
    Putin: buscas após a queda do Airbus A321 no Egito devem continuar
    Tags:
    falha, acidente aéreo, queda, A321, Egito, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar