07:06 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    546
    Nos siga no

    Uma equipe de jornalistas do jornal Die Welt foi atacada na última segunda-feira enquanto cobria uma manifestação contra a abertura de um abrigo para refugiados em Berlim.

    Os jornalistas, que postaram fotos dos eventos, foram agredidos e insultados por alguns manifestantes.

    "Mantivemos a distância usual de dois a três metros da manifestação, e nós não provocamos o público", relata um dos jornalistas, Martin Heller.

    No entanto, segundo ele, os repórteres agredidos por um manifestante, enquanto outro tentou jogar sua câmera no chão.

    Alemanha vive um clima incomum de violência política após a crise dos refugiados no país.

    Em entrevista à agência DPA, a presidente da Fundação Amadeu Antonio, dedicada a monitorar a violência racista, Kahane Anneta, disse acreditar que a onda de violência na Alemanha é "pior do que nos anos noventa."

    Foi relatado na mídia local nesta terça-feira que dois políticos foram ameaçados de morte por desconhecidos defenderem o acolhimento de refugiados.

    Já no último fim de semana, a Alemanha experimentou o pior episódio de violência racista em décadas, após desconhecidos cercarem e golpearem com bastões de beisebol os refugiados sírios nas regiões de Magdeburg (leste) e Wismar (norte).

    Além disso, um jornalista foi atacado em Berlim, supostamente por expressar a sua opinião sobre a crise de refugiados na Alemanha em suas colunas, e duas casas para refugiados foram incendiadas nas regiões de Dresden e Dippoldiswalde.

    De acordo com os dados atualizados da agência Frontex, 710 mil imigrantes entraram na União Europeia entre janeiro e setembro deste ano.

     

    Mais:

    Refugiados sírios são feridos em ataques na Alemanha
    Secretário Beto Vasconcelos: ‘Brasil pode ajudar ainda mais os refugiados’
    Refugiados: Hollande critica construção de muros e barreiras na Europa
    Centro de refugiados é destruído em ataque terrorista na Síria
    Refugiados sírios estão voltando para casa após sucesso russo contra o Estado Islâmico
    Tags:
    refugiados, crise migratória, jornalistas, União Europeia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar