03:39 15 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 91
    Nos siga no

    O vice-ministro das Finanças da Rússia, Alexey Lavrov, revelou no sábado, 31, que o objetivo do seu Ministério é liquidar o déficit do orçamento até o ano de 2019. As previsões do órgão contemplam uma redução gradual do déficit nos anos de 2017 e 2018, em um 1%, respectivamente.

    “Os parâmetros para 2017 já foram estabelecidos. Mas, é claro, a precisão deve ser discutida. Posso dizer que o Orçamento Federal para 2017 foi aprovado com déficit de 2% do PIB, contra os 3% de 2016. Em 2018 será somente de 1%. O objetivo é liquidar o déficit do orçamento em 2019”, disse Alexey Lavrov.

    O vice-ministro destacou que por enquanto não é possível falar em previsões detalhadas, pois se trata de um conceito geral.

    Alexey Lavrov afirmou que a previsão do Orçamento para 2017 é mais positiva do que no caso do Orçamento para 2016. O Ministério das Finanças planeja a redução do déficit de 1% através da redução dos gastos.

    A pasta, inclusive, elaborou uma série de medidas de controle sobre emissão de subsídios. Entre essas medidas foi citado o retorno de subsídios já depositados na conta do Tesouro. No caso, quando o destinatário do subsídio não realizou os gastos e não pretende realocar os recursos para outras áreas, estes serão devolvidos para o Orçamento do país.

    Segundo Lavrov, os “subsídios para a área social, para serviços municipalizados e agrícolas” continuam sendo prioritários. O projeto do Orçamento para o ano que vem foi encaminhado para a Duma Federal em 23 de outubro. A receita será de 13,738 trilhões de rublos (cerca de US$ 218 bilhões), contra 16,098 trilhões de despesas (cerca de US$ 255 bilhões). O déficit do Orçamento será de 2,34 trilhões de rublos (cerca de US$ 37 bilhões), ou 3% do PIB. A proposta orçamentária para o ano que vem foi elaborada considerando a inflação de no máximo 6,4%. 

    Tags:
    subsídios, gastos, receitas, despesas, liquidar, déficit, orçamento, finanças, Duma de Estado, Ministério das Finanças, Tesouro, Alexey Lavrov, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar