10:59 25 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Membros das Forças Armadas da Ucrânia

    Donetsk: Ucrânia perde o comando de 2 mil combatentes

    © REUTERS / Aleksandr Klymenko
    Mundo
    URL curta
    6124

    Cerca de 2 mil combatentes dos batalhões voluntários implantados perto da linha de contato entre o exército de Kiev e as forças de Donbass ficaram fora do controle do comando militar ucraniano. A informação foi divulgada pelo porta-voz do Ministério da Defesa da autoproclamada República Popular de Donetsk, Eduard Basurin.

    "De acordo com nossos dados de inteligência, um agrupamento inimigo das unidades de Azov, Dnipro e Lviv foi revelado entre as localidades habitadas do Novgorodskoye e Troitskoye. O agrupamento, que ficou completamente fora de controle das Forças Armadas da Ucrânia, chega a ter 2 mil pessoas", disse Basurin.

    Ele acrescentou que, violando os acordos de Minsk, 50 itens de equipamento, incluindo tanques, veículos de combate de infantaria, blindados e artilharia de campo, foram concentrados na mesma área.

    "A liderança das Forças Armadas da Ucrânia não é capaz de controlar as unidades de batalhões nacionalistas, que apenas formalmente se tornaram subordinadas ao Ministério da Defesa ucraniano", declarou o porta-voz. 

    Anteriormente, Basurin havia declarado que os combatentes de um outro batalhão nacionalista ucraniano, Aidar, abriram fogo contra as posições de Donetsk na última terça-feira.


    Mais:

    República de Donetsk impõe sanções contra Poroshenko e empresários ucranianos
    Donetsk e Lugansk adiam eleições para facilitar implementação do Acordo de Minsk
    Observadores internacionais acompanharão eleições em Donetsk
    UE diz que não reconhecerá eleições em Donetsk
    Rússia insiste na participação de Donetsk e Lugansk na reunião do 'Quarteto da Normandia'
    Tags:
    Eduard Basurin, Donbass, Kiev, Donetsk, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik