12:59 25 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro russo Su-24M

    Caças russos alvejam 118 instalações terroristas na Síria

    © Sputnik/ Igor Zarembo
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    12421

    A Força Aeroespacial russa realizou ataques contra 118 instalações dos terroristas na Síria durante as últimas 24 horas, disse o representante oficial do Ministério da Defesa russo, general Igor Konashenkov.

    “Durante as últimas 24 horas, aviões do grupo aéreo russo na Síria realizaram 71 voos e 118 ataques contra alvos dos terroristas nas províncias de Idlib, Homs, Hama, Aleppo, Damasco e Latakia”, disse Konashenkov.

    Um Su-24M da Força Aeroespacial russa destruiu um posto de comando dos terroristas que incluía um centro de comunicações e um grande armazém perto de Salma na província síria de Latakia, afirmou Konashenkov, acrescentando que o alvo foi descoberto por drones.

    “Em resultado do ataque de um Su-24M a instalação foi completamente destruída”.

    #SYRIA Russian aviation continued detection and elimination of caravans with armament and ammunitionA aviação russa atacou postos de comando e bases dos militantes na Síria que estavam minuciosamente camuflados, acrescentou Konashenkov.

    O responsável sublinhou que, em resultado de um ataque preciso, a instalação e os veículos equipados com sistemas Zu-23 que a protegiam foram eliminados.Segundo Konashenkov, bombardeiros russos Su-24M destruíram uma instalação fortificada dos terroristas em Aleppo. Os jihadistas controlavam a partir deste local a estrada através da qual se realizavam fornecimentos de munições e armas.

    “No Vale de El Gab, província de Idlib, um Su-25 eliminou o maior arsenal camuflado dos terroristas, onde estes guardavam munições, armas e dinheiro”.

    Além disso, foi destruído o centro de comando da Frente al-Nusra na província de Homs.

    “[…] na província de Homs foi realizado um ataque contra o posto de comando dos militantes do grupo Frente al-Nusra”.

    Segundo disse Konashenkov, no edifício de dois andares existia um posto de comando perto do qual se localizavam quatro veículos todo-o-terreno, equipados com morteiros e metralhadoras de grande calibre.

    Desde 30 de setembro, a aviação russa, após o pedido do presidente sírio, Bashar Assad, está realizando golpes aéreos contra alvos do Estado Islâmico na Síria, eliminando centenas de terroristas, dezenas de postos de comando, armazéns e outros alvos e instalações dos terroristas. Além disso, 26 mísseis de cruzeiro, lançados por navios da Frota do Mar Cáspio, também atingiram alvos do Estado Islâmico.

    De acordo com os dados do Estado-Maior General da Federação da Rússia, os combatentes terroristas já começaram recuando, perdendo os armamentos e material bélico na linha de frente. Drones de reconhecimento russos aumentaram o número de voos para melhor controlar a situação.

    O presidente russo Vladimir Putin confirmou mais cedo que o período da operação militar russa na Síria será limitado pelos resultados da ofensiva do exército sírio, negando a possibilidade de uso das Forças Armadas da Rússia para ações militares terrestres.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik