16:51 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Figuras desenhadas por simpatizantes do Estado Islâmico em Tikrit, no Iraque, em 1 de abril de 2015

    Estado Islâmico treina batalhão de mulheres-bomba

    © REUTERS / Thaier Al-Sudani
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    409

    O Estado Islâmico está preparando um batalhão de mulheres-bomba. A informação foi veiculada pela agência iraniana FARS com fonte no grupo ativista de direitos humanos Syria is being Slaughteres Silently (Síria está sendo abatida silenciosamente, na tradução literal).

    A nova estratégia jihadista se baseia na presunção de que as mulheres são menos propensas a levantar suspeitas. O batalhão feminino já está sendo treinado. Elas recebem a promessa de uma grande quantia de dinheiro, antes do atentado, e a garantia de que se juntarão aos seus maridos no céu.

    O grupo ativista não acredita que sejam usadas as mulheres estrangeiras noivas dos militantes da brigada al-Khansaa, da cidade síria de Raqqa. Muitas britânicas estão entre elas, mas esta unidade terrorista seria parte fundamental da imagem aterrorizante do Estado Islâmico.

    Segundo a FARS, o Syria is being Slaughteres Silently relatou o caso de uma mulher de Raqqa abordada por uma militante jihadista que a tentou convencer a entrar para o novo batalhão feminino do grupo.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    Tags:
    mulher-bomba, terrorista, batalhão, suicida, treinamento, atentado, direitos humanos, Syria is being Slaughteres Silently, al-Khansaa, Estado Islâmico, Raqqa, Irã, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik