10:40 16 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Poluição atmosférica na China.

    Dragão Verde: China planeja ‘Era da civilização ecológica’

    © AFP 2019 / Partrick Kovarik
    Mundo
    URL curta
    360

    Criar uma nova "civilização ecológica" em vez de focar no crescimento do PIB será uma nova prioridade do governo chinês para 2020, segundo afirmou um ex-assessor do Ministério de Proteção Ambiental da China em entrevista à Sputnik nesta terça-feira (27).

    Entre 26 e 29 de outubro, o Partido Comunista Chinês (PCC) está realizando seu quinto plenário a fim de definir as orientações para o 13º plano de 5 anos do país, referente ao período de 2016 a 2020.

    "O PCC sob a liderança de Xi Jinping vai anunciar uma era de ‘civilização ecológica’ exortando a um novo tipo de crescimento que seja mais holístico e equilibrado do que o foco quase cego no desenvolvimento industrial de alto crescimento da década passada", disse Laurence J. Brahm, fundador da ONG Consenso do Himalaia, entidade de proteção da diversidade étnica.

    Ele acrescentou que "o primordial na agenda será a melhoria do meio ambiente, não só por razões estéticas, mas sim para a segurança alimentar e da água como uma prioridade nacional".

    "Isso implicará reformas radicais pedindo políticas regenerativas de energia renovável e eficiente, bem como cidades inteligentes revertendo uma década de impulso ao crescimento cego pela alta emissão de carbono. Os funcionários sob a administração de Xi serão promovidos com base no que eles fizerem para sua comunidade e meio ambiente, em vez de nas estatísticas do PIB que eles entregam, como tem sido o caso nos últimos dez anos", afirmou o ex-acessor.

    Chanceler e reitor de uma das maiores universidades russas na cúpula dos BRICS
    © Foto : Agência photohost do BRICS
    Ainda segundo Brahm, o PCC irá introduzir novos valores referentes à conservação em oposição ao consumo, levando os membros do partido a um padrão ambiental e ecológico mais elevado.

    "Será, em muitos aspectos, uma reversão de algumas políticas de excesso e um reequilíbrio do modelo de crescimento da China", concluiu.

    Na semana passada, o Escritório Nacional de Estatísticas chinês anunciou que o crescimento econômico do país foi de 6,9% no terceiro trimestre de 2015, atingindo o seu menor ritmo desde março de 2009.

    Mais:

    China faz passo importante na internacionalização do yuan
    China anuncia investimento de US$50 bilhões para industrializar a África
    China revela amplo plano de promoção da paz em áreas de guerra
    Tags:
    aquecimento global, mudanças climáticas, conferência, clima, cidades inteligentes, energia renovável, poluição, indústria, desenvolvimento, 2020, plano, plenário, congresso, congres, civilização ecológica, meio ambiente, carbono, consumo, conservação, ecologia, desenvolvimento sustentável, sustentabilidade, economia, crescimento, PIB, Partido Comunista, PCC, Laurence J. Brahm, Xi Jinping, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar