15:08 19 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    3128
    Nos siga no

    Os assessores do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sugeriram aumentar a presença militar dos soldados norte-americanos na linha de frente no Iraque e Síria.

    Segundo uma fonte oficial, citada pelo Washington Post, a proposta deve ser aprovada por Obama, que poderia tomar a decisão já esta semana. 

    Foi ressaltado que não está claro a quantidade do efetivo a ser enviado, mas destaca-se que uma maior concentração dos soldados reforçaria em grande medida o papel dos EUA no Iraque e na Síria. 

    Segundo o Washington Post, a proposta dos assessores de Obama reflete a preocupação das autoridades norte-americanas com a baixa eficácia da luta contra o Estado Islâmico. 

    A coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos desde agosto de 2014 realiza ataques contra o Estado Islâmico no Iraque desde setembro na Síria. 

    Já a Rússia realizada desde 30 de setembro, a pedido do presidente sírio, Bashar Assad, ataques aéreos contra posições do Estado islâmico na Síria. Durante este período, as forças aeroespaciais lançaram quase 690 ataques, matando centenas de militantes, destruindo dezenas de centros de controle, armazéns e outras instalações terroristas. Além disso, 26 mísseis de cruzeiro foram disparados de navios da Frota do Mar Cáspio.


    Mais:

    Opinião: reconhecimento internacional da Crimeia depende da operação russa na Síria
    Aviões russos decolam para combater Estado Islâmico na Síria (VÍDEO AO VIVO)
    Síria: guerra midiática contra a Rússia continua
    Coalizão dos EUA 'suspende' bombardeios na Síria
    Kerry e Lavrov falam sobre reunião multilateral sobre a Síria
    Tags:
    EUA, Síria, Iraque, Barack Obama, Washington Post, operação, militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar