01:21 26 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1151
    Nos siga no

    A Coreia do Norte classificou como uma “grave provocação” os tiros disparados contra um navio de sua frota pela Marinha da Coreia do Sul. A embarcação norte-coreana teria entrado em águas reivindicadas por Seul no Mar Amarelo durante um exercício de rotina. Pyongyang destacou que o navio se retirou do local após os cinco disparos sul-coreanos.

    No domingo (25), a Marinha da Coreia do Sul comunicou o incidente afirmando que foram tiros de advertência no dia anterior. No mesmo dia, aconteceu um encontro de famílias das duas Coreias separadas pela guerra entre os países.

    O governo norte-coreano, através da agência estatal KCNA, destacou que ações como esta não contribuem para a melhoria das relações entre Seul e Pyongyang e que haverá somente um desastre enquanto os fomentadores da guerra forem imprudentes.

    A Guerra da Coreia, entre 1950 e 1953, tecnicamente não terminou, uma vez que não foi assinado um tratado de paz. Pyongyang vem cobrando a celebração de um documento para que o “conflito” seja resolvido. O Mar Amarelo é uma das regiões cujos limites de cada país são contestados. A Coreia do Norte não reconhece a fronteira defendida internacionalmente.

    Tags:
    tratado de paz, conflito, advertência, exercícios, fronteira, disparos, tiros, navio, Guerra da Coreia, Marinha, Mar Amarelo, Seul, Pyongyang, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar