12:49 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    8101
    Nos siga no

    Na segunda-feira (26), o porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov declarou que as informações na mídia sobre alegadas mortes de civis em resultado de ataques aéreos na Síria são falsas.

    “Durante várias semanas notamos um grande número de mensagens, notícias propositadamente falsas, vazamentos deliberados de informação, digamos, em relação à operação aérea que está sendo realizada pelas Forças Armadas russas. Considero que esta é mais uma delas”, disse Peskov aos jornalistas. 

    O Ministério da Defesa russo, disse, enfatizou reiteradamente que a escolha de alvos na Síria se realiza “tendo uma atenção especial para que [a operação aérea] não cause danos aos civis”. 

    “Com efeito, os nossos militares têm repetidamente frisado que os terroristas recorrem a uma tática muito especial e frequentemente se escondem em zonas residenciais. Neste caso [os militares russos] conscientemente não realizam ataques contra povoações”, sublinhou Peskov.  

    Desde 30 de setembro, a aviação russa, após o pedido do presidente sírio, Bashar Assad, está realizando golpes aéreos contra alvos do Estado Islâmico na Síria. Durante o tempo transcorrido desde o início da operação, a Força Aeroespacial russa realizou cerca de 930 voos, eliminando centenas de terroristas, dezenas de postos de comando, armazéns e outros alvos e instalações dos terroristas. Além disso, 26 mísseis de cruzeiro, lançados por navios da Frota do Mar Cáspio, também atingiram alvos do Estado Islâmico.

    De acordo com os dados do Estado-Maior General da Federação da Rússia, os combatentes terroristas já começaram recuando, perdendo os armamentos e material bélico na linha de frente. Drones de reconhecimento russos aumentaram o número de voos para melhor controlar a situação.

    O presidente russo Vladimir Putin confirmou mais cedo que o período da operação militar russa na Síria será limitado pelos resultados da ofensiva do exército sírio, negando a possibilidade de uso das Forças Armadas da Rússia para ações militares terrestres.


    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    Tags:
    mídia, terrorismo, operação, mentira, mortes, civis, Estado Islâmico, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar