02:54 20 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente de Irán, Hasán Rouhaní, y presidente de Rusia, Vladímir Putin (archivo)

    Rússia e Irã evitaram colapso do Oriente Médio, diz analista

    © Sputnik/ Host Photo Agency
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    5441

    Teerã e Moscou impediram a queda de vários países do Oriente Médio nas mãos dos jihadistas do Estado Islâmico e da al-Qaeda, avaliou o cientista político iraniano Mohammad Marandi, da Faculdade de Estudos Internacionais da Universidade de Teerã.

    "Irã e Rússia impediram a queda da região nas mãos desses extremistas através do apoio que dão ao governo legítimo de Damasco", afirmou à Sputnik.

    Marandi argumenta que "se a Síria houvesse caído, o Iraque entraria em colapso e em breve a Jordânia e o Líbano teriam dificuldades para sobreviver."

    O acadêmico comparou os esforços de Irã e Rússia à política dos Estados Unidos e seus aliados regionais, que "apoiam os extremistas na Síria e em outros países da região."

    Soldados sírios acenando bandeiras sírias, província de Hama, Síria (foto de arquivo)
    © AP Photo/ Alexander Kots/Komsomolskaya Pravda
    Desde março de 2011, a Síria vive um conflito armado que já provocou mais de 250 mil mortes, segundo estimativas da ONU. As tropas governamentais enfrentam vários grupos armados — entre eles, a Frente Nusra, vinculada à al-Qaeda, e o Estado Islâmico.

    Em 30 de setembro, a Rússia, por solicitação do Presidente Bashar Assad, começou a realizar ataques pontuais a instalações do Estado Islâmico na Síria, com uso de сaças Su-25, Su-24M, Su-34, e Su-30.

    Em três semanas de operação, a aviação russa realizou cerca de 900 missões contra jihadistas, destruindo postos de comando, campos de treinamento, arsenais, fábricas de explosivos, núcleos de comunicação e outras instalações dos terroristas.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)

    Mais:

    Putin: único objetivo da Rússia na Síria é a paz
    Kremlin: Ausência de poder central na Síria dificulta guerra contra o Estado Islâmico
    Aviação britânica só espera aval do Parlamento para atacar na Síria
    EUA, Rússia, Turquia e Arábia Saudita chegarão a um acordo sobre a crise síria
    Tags:
    terrorismo, colapso, Bashar Assad, Líbano, Jordânia, Síria, Rússia, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik