12:14 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    5175
    Nos siga no

    A Federação da Rússia permite presença de jornalistas estangeiros na sua base aérea de Hmeymim, na Síria, disse o major-general Igor Konashenkov, representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia.

    "Nós estamos no aeródromo de Hmeymim [na República Árabe da Síria], onde o grupo aéreo russo é baseado", disse Konashenkov.

    "Os jornalistas da mídia estrangeira têm a possibilidade de conhecer com os seus próprios olhos a vida cotidiana do nosso grupo aéreo", frisou o representante da pasta da Defesa.

    Pilotos militares russos na base aérea de Khmeimim na Síria
    © Sputnik / Dmitriy Vinogradov
    Operação aérea russa

    Desde 30 de setembro, a aviação russa, após pedido do presidente sírio, Bashar Assad, está realizando golpes aéreos contra alvos do Estado Islâmico na síria. Durante o tempo transcorrido desde o início da operação, a Força Aeroespacial russa aplicou cerca de 830 golpes, eliminando centenas de terroristas, dezenas de postos de comando, armazéns e outros alvos e instalações. Além disso, 26 mísseis de cruzeiro lançados por navios da Frota do Mar Cáspio também atingiram alvos do Estado Islâmico.

    De acordo com os dados do Estado-Maior General da Federação da Rússia, os combatentes terroristas já começaram fugindo da região, perdendo os armamentos e material bélico na linha de frente. Drones de reconhecimento russos aumentaram o número de voos para melhor controlar a situação.

    O presidente Vladimir Putin confirmou mais cedo que o período da operação militar russa na Síria será limitado pela ofensiva do exército sírio, negando a possibilidade de uso das Forças Armadas da Rússia para ações militares terrestres.

     

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar