02:35 09 Março 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    211212
    Nos siga no

    Os Estados Unidos e a Rússia chegaram a um acordo sobre o estabelecimento de uma “distância segura” entre aviões na Síria. A informação foi divulgada pelo porta-voz do Pentágono, Peter Cook.

    Não foi informada a distância determinada para garantir a segurança no espaço aéreo sírio. Ao responder sobre como será organizada a comunicação entre os pilotos em caso de aproximação, o porta-voz disse: “Eles não devem ficar perto o suficiente para ter esses protocolos”.

    O Pentágono destacou também que o memorando sobre segurança aérea na Síria não significa o estabelecimento de cooperação ou apoio dos EUA em relação à política da Rússia na Síria. Ainda segundo Cook, EUA e Rússia criarão um grupo de trabalho para discussões relacionadas à implementação do memorando.

    Desde 30 de setembro, a pedido do presidente sírio, Bashar Assad, a Rússia realiza ataques aéreos contra posições do "Estado islâmico" na Síria. Durante este período, as forças aeroespaciais lançaram quase 690 ataques, matando centenas de militantes, destruindo dezenas de centros de controle, armazéns e outras instalações terroristas. Além disso, 26 mísseis de cruzeiro foram disparados de navios da Frota do Mar Cáspio.

    A coalizão internacional liderada pelos EUA realiza ataques contra o Estado Islâmico desde setembro de 2014. 

     

    Mais:

    Mercenários se juntam a terroristas em combates na Síria
    Exército Livre da Síria: oposição moderada ou grupo terrorista?
    Rússia: EUA entregaram memorando sobre prevenção de incidentes aéreos sobre Síria
    Ações da Rússia na Síria estimulam processo pacífico, diz político sírio
    Putin: operação militar na Síria confirma preparo da Rússia para enfrentar ameaças
    Tags:
    espaço aéreo, aviões, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar