02:20 26 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia em foco da política internacional (289)
    208
    Nos siga no

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, ordenou sua administração a esconder da mídia as filmagens de seu encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, nas quais os dois chefes de Estado aparecem apertando mãos. A acusação foi feita por Viktor Zubritsky, um ex-produtor do canal ucraniano 112 Ukraina.

    De acordo com Zubritsky, a emissora recebeu uma série de telefonemas da administração do presidente proibindo a exibição na TV das imagens do aperto de mão entre Poroshenko e Putin.

    "Poroshenko apertou a mão de Putin, mas pediu que os ucranianos não soubessem. E, muito estranhamente, nenhum canal de TV ucraniano reparou no aperto de mão", disse o ex-produtor.

    Apesar das advertências, o 112 Ukraina exibiu a cena. Pouco depois, recebeu documentos judiciais anunciando a autorização de uma busca nos escritórios do canal televisivo. Segundo Zubritsky, um tribunal também emitiu um mandado para a apreensão de todos os computadores, arquivos de mídia, portas USB etc. Em outras palavras, segundo o ex-produtor, o tribunal decidiu encerrar a operação do canal.

    Esta não é a primeira vez que o 112 Ukraina sofre pressão do governo ucraniano. Desde abril de 2015, de acordo com Zubritsky, Poroshenko e seus seguidores têm ameaçado abrir uma investigação criminal contra os jornalistas do canal e cancelar a licença digital da emissora.

    Em relação ao aperto de mão, o fato aconteceu no início de outubro, quando os líderes da Rússia, da Ucrânia, da Alemanha e da França se reuniram em Paris para discutir a implementação dos acordos de paz de Minsk, referentes à resolução do conflito ucraniano.

    Em abril do ano passado, Kiev iniciou uma operação militar no leste do país a fim de sufocar os movimentos independentistas da região de Donbass, cujos habitantes se recusaram a reconhecer a legitimidade do governo que subiu ao poder após um golpe de Estado apoiado pelo Ocidente. Os EUA e seus aliados acusaram a Rússia de envolvimento no conflito interno da Ucrânia e impuseram sanções econômicas contra Moscou, apesar das constantes negações do governo russo e da falta de provas concretas para embasar a acusação.  

    Além da TV ucraniana, o presidente francês, François Hollande, também gravou um pequeno vídeo dos líderes da Rússia e da Ucrânia apertando as mãos durante as negociações em Paris. A filmagem foi publicada em sua conta no Instagram e rapidamente viralizaram na rede. Infelizmente para Poroshenko, a Internet é mais difícil de censurar.

    Nous discutons actuellement avec Angela Merkel, Vladimir Poutine et Petro Porochenko de la situation en Ukraine

    Um vídeo publicado por François Hollande (@fhollande) em Out 2, 2015 às 7:17 PDT

    Tema:
    Ucrânia em foco da política internacional (289)

    Mais:

    Poroshenko deixa escapar confiança dos ucranianos
    Ex-premiê da Ucrânia: declarações de Poroshenko na ONU foram completamente falsas
    Minsk diz que melhora nas relações só depende do Ocidente
    Acordos de Minsk-2 serão tema principal do encontro do Quarteto da Normandia
    Tags:
    negociações, Acordos de Minsk, imagens, filmagem, vídeo, aperto de mãos, televisão, censura, TV, canal, 112 Ukraina, Viktor Zubritsky, Vladimir Putin, Pyotr Poroshenko, Minsk, Donbass, Alemanha, França, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar