21:24 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    26722
    Nos siga no

    As Forças Aeroespaciais russas realizaram 39 missões e 60 bombardeios nas últimas 24 horas, atingindo 51 alvos do Estado Islâmico (EI) das províncias sírias de Hama, Latakia, Damasco e Aleppo, informou o Ministério da Defesa russo este domingo (18).

    "As 39 missões foram realizadas a partir da base aérea de Hmeimim, tendo os caças russos lançado 60 ataques contra 51 alvos nas províncias de Hama, Latakia, Damasco e Aleppo".

    "Nas últimas 24 horas, os bombardeiros russos destruíram 4 centros  de comando dos terroristas, 6 depósitos de munições, 2 bunkers subterrâneos, 32 acampamentos, 6 redutos e uma bateria de morteiros, disse o porta-voz do Ministério de Defesa da Rússia.

    Os aviões russos destruiram posições subterrâneas fortificadas do EI na província de Homs, disse o major-general Igor Konashenkov. Um grande agrupamento de terroristas na província síria de Damasco, incluindo 4 veículos blindados, foi igualmente destruído pela aviação russa.

    De acordo com o general russo, as tensões se intensificaram entre os jihadistas na Síria: o EI realizou 3 ataques terroristas contra os militantes da Frente al-Nusra perto de Idlib:

    "As tensões aumentam entre vários grupos terroristas, causadas pela luta pelo controle do financiamento. De acordo com as interceptações de rádio, na semana passada o EI realizou três ataques terroristas com carros-bombas contra os comandantes da Jabhat al-Nusra [Frente al-Nusra] perto da cidade de Idlib".

    Ele acrescentou que um ataque aéreo de um Su-24 russo contra o posto de comando do grupo rebelde sírio Jaish al-Fatah (Exército da Conquista) impediu a coordenação do grupo e fez os seus militantes deixarem o campo de batalha.

    "O bombardeio interrompeu o controle das unidades do Jaysh Al-Fateh localizadas na região. Os terroristas deixaram a área de combate após o ataque", afirmou o porta-voz.

    Em 30 de setembro, a Rússia começou os ataques aéreos contra os terroristas na Síria na sequência do pedido de assistência militar por parte do presidente Bashar Assad.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    Tags:
    ataque aéreo, Su-24, Guerra Civil Síria, Frente al-Nusra, Estado Islâmico, Igor Konashenkov, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar