03:07 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Lançamento do dronte russo Zastava durante exercícios

    Estado Maior: nenhum drone da Rússia foi derrubado pela Turquia

    © Sputnik/ Pavel Lisitsyn
    Mundo
    URL curta
    41036105

    O chefe da Direção-Geral de operações do Estado Maior da Rússia, coronel-general Andrei Kartapolov, informou nesta sexta-feira (16) que os caças turcos não derrubaram nenhum drone russo.

    "Eu digo com toda a responsabilidade que todos os nossos drones estão realizando missões ou estão nas bases aéreas", disse Kartapolov para desmentir as informações que circularam na rede sobre o suposto abate de um avião não tripulado russo sobre o território da Turquia. 

    Ele aproveitou para lançar um alerta para incidentes que podem acontecer no espaço aéreo sírio. "Agora o céu da Síria está repleto de aeronaves. Tal intensidade de uso descoordenado de aeronaves em espaço aéreo relativamente pequeno mais cedo ou mais tarde pode levar a algum incidente", afirmou.

    Kartapolov também informou que na fronteira sírio-jordaniana, onde a força aérea russa e síria jamais atuaram, foram identificados rastros de ataques aéreos em edifícios comerciais. 

    Segundo ele, "os aviões russos nunca trabalharam nessa região, e a aviação síria, segundo os nossos dados, também não atuou". 

    O Estado-Maior turco informou nesta sexta-feira que caças F-16 da Força Aérea atacaram e derrubaram um drone não identificado que violou três vezes o espaço aéreo do país a partir da fronteira com a Síria.

    O drone caiu dois ou três quilômetros da fronteira com a Síria, na província de Kilis. A aeoronave possuía o número de identificação 2203, outras inscrições não foram detectadas. 

    Mais:

    O que, afinal, Turquia derrubou na fronteira com Síria?
    Opinião: Rússia é muito forte para deixar Síria virar "Afeganistão"
    Rússia pode criar base militar na Síria
    Cúpula da UE: mais críticas à atuação russa na Síria e desejo de derrubar Assad
    Tags:
    drone, caça, Estado Maior, Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik