10:01 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Pilotos russos ao lado de um caça Su-24 na Síria

    Kremlin garante a segurança de seus pilotos na Síria

    © Sputnik/ Dmitry Vinogradov
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    8411

    Moscou tomará todas as medidas necessárias para a segurança dos pilotos militares russos na Síria, assegurou nesta quinta-feira o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

    “Serão tomadas todas as medidas que precisamos tomar para garantir a segurança de nossos militares”, disse Peskov aos jornalistas. 

    Anteriormente, o parlamentar ucraniano Anton Geraschenko, assessor do ministro do Interior, pediu a revelação de informações sobre os militares russos que combatem o chamado Estado Islâmico na Síria para que os terroristas possam encontrá-los.

    O Comitê de Investigação da Rússia iniciou uma ação penal contra Geraschenko por “convocação pública ao terrorismo” e “justificativas públicas de terrorismo”. 

    Peskov classificou as declarações do deputado ucraniano de “postura hostil” em relação à Rússia e afirmou que os serviços especiais russos “talvez observem atentamente” esta situação. 

    Caças russos Sukhoi Su-25, Su-24M e Su-34, com o apoio de aviões Su-30, começaram ataques precisos contra alvos do Estado Islâmico na Síria no dia 30 de setembro, após um pedido do presidente do país, Bashar Assad. 

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)

    Mais:

    Rússia: pronta para cooperar com novos membros do Conselho de Segurança
    Parlamentar: EUA evitam cooperar com a Rússia por medo de perder credibilidade
    Rússia desafia supremacia naval dos EUA com mísseis no Cáspio
    Pentágono vê progresso nas conversas com a Rússia sobre a Síria
    Tags:
    pilotos, ameaça, terrorismo, segurança, Su-25, Su-34, Su-24, Su-30, Estado Islâmico, Dmitry Peskov, Bashar Assad, Síria, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik