00:23 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    0121
    Nos siga no

    A Rússia e o Irã são partes cruciais no processo pacífico da guerra civil síria, segundo a chefe da política externa da União Europeia, Federica Mogherini.

    A declaração foi feita na quarta-feira (14) antes da reunião semanal da Comissão Europeia.

    "Se queremos mudar a situação política interna na Síria e começar o processo político imediatamente devemos envolver atores que têm influência, influência direta [no governo sírio], e isto é a razão porque a Rússia e o Irã juntos são cruciais," disse.

    Na terça-feira o ministro do Exterior russo, Sergei Lavrov, e o enviado especial da União Europeia para a Síria, Staffan de Mistura, trocaram opiniões durante a reunião em Moscou sobre a resolução da guerra na Síria, que já dura por quatro anos. O chanceler russo disse que o processo político na Síria depende da coordenação das ações antiterroristas no terreno.

    Nas suas declarações de hoje, Mogherini classificou a reunião entre Lavrov e Mistura como muito importante no trabalho para pôr fim à guerra civil síria.

    O conflito sírio começou em 2011 e desde então Moscou, como um dos países iniciadores do processo de negociações, declarou repetidas vezes a necessidade de uma solução política da crise neste país.

    Moscou e Genebra continuam sendo as cidades possíveis para as futuras negociações com o objetivo de procurar uma solução para a situação, já que hospedaram várias rondas no passado, algumas das quais contaram com a participação da oposição síria.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    Tags:
    Rússia, Síria, Irã, União Europeia, Federica Mogherini, crise, diplomacia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar