09:30 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    323114
    Nos siga no

    Os testes iranianos de um novo míssil balístico de longo alcance, realizados no último fim de semana, violam as atuais resoluções do Conselho de Segurança da ONU, afirmou nesta terça-feira o secretário de imprensa da Casa Branca, Josh Earnest.

    "Temos fortes indícios de que esses testes de mísseis violaram, de fato, resoluções do Conselho de Segurança da ONU que dizem respeito a atividades de mísseis balísticos", afirmou Earnest em um encontro com a imprensa.

    O secretário disse ainda que "não é coincidência" que uma decisão de conduzir testes de mísseis balísticos foi tomada pouco depois de o parlamento iraniano concordar com o acordo nuclear.

    Earnest apontou, contudo, que as supostas violações são um tema separado em relação ao acordo sobre o programa nuclear iraniano, alcançado em julho com o grupo P5+1, formado por EUA, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha.

    "Observamos que o Irã, nos últimos anos, mostrou um histórico de cumprir os acordos feitos no campo das conversas nucleares."

    No último domingo, o ministro da Defesa do Irã, Hossein Dehghan, afirmou que o país testou o primeiro míssil de longo alcance terra-terra Emad (Pillar) que pode ser dirigido e controlado até atingir seu alvo.

    Mais:

    Irã e Japão vão expandir cooperação em segurança nuclear
    Turquia disposta a discutir guerra na Síria com Rússia e Irã
    Oficial do Irã destaca cooperação contra o terrorismo e diz que EUA só fazem publicidade
    General do Irã é morto na Síria durante missão de aconselhamento em Aleppo
    Tags:
    resolução, violação, míssil balístico, teste, Emad, Conselho de Segurança da ONU, Casa Branca, Josh Earnest, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar