13:20 04 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    64874
    Nos siga no

    Conselheiros de segurança de alta patente do presidente americano, Barack Obama, recomendaram que os Estados Unidos retirem suas forças militares da Síria e abandonem os planos para a saída de Assad, segundo informou a DWN.

    Oficiais de alta patente da Casa Branca sugerem que os EUA tome as medidas necessárias para melhorar a situação da população síria e pare o fluxo de refugiados, informou o jornal alemão.

    Conselheiros argumentam que derrubar o presidente da Síria, Bashar Assad, não é mais viável. Portanto, os americanos deveriam recuar suas forças militares e contribuir para a restauração das cidades destruídas e do fornecimento de mantimentos que a população precisa. Segundo oficiais americanos, esses passos ajudariam a interromper o grande fluxo de refugiados que deixam essa região.

    O presidente dos EUA, Barack Obama, parece ter decidido seguir o conselho. Nesta sexta-feira, o presidente suspendeu temporariamente um programa militar estimado em US$ 500 milhões para treinar combatentes sírios, segundo informa reportagem do New York Times.

    Esse método de combate não vem se mostrando eficaz: 54 combatentes treinados pelos EUA foram atacados recentemente e capturados pela organização terrorista Frente Nusra, segundo relatos da imprensa.

    Além disso, como Josh Rogin e Eli Lake escreveram em sua análise para a Bloomberg, Barack Obama acredita que um maior envolvimento militar na Síria resultaria em altos gastos e várias mortes. Portanto, é bastante provável que os EUA agora adotem uma política mais discreta em relação à Síria e reduzam suas atividades militares no país.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)

    Mais:

    VÍDEO: bombas russas destroem instalações do EI na Síria
    Operação russa na Síria pode 'resgatar' preços globais de petróleo
    Ações da Rússia na Síria dão início a um novo padrão da geopolítica mundial
    O que OTAN está fazendo na Síria? Nada
    Tags:
    militar, retirada, conselheiros, Casa Branca, DWN, The New York Times, Frente Nusra, Estado Islâmico, Bashar Assad, Barack Obama, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar