19:59 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    13025
    Nos siga no

    A mídia estatal iraniana informou nesta sexta-feira (9) que o general Hossein Hamedi, da Guarda Revolucionária do Irã, foi morto em Aleppo, na quinta-feira (8), durante uma missão em que prestava assessoria ao Exército sírio. Ele teria sido vítima de militantes do Estado Islâmico.

    “O general Hamedani foi martirizado por terroristas do Daesh (Estado Islâmico) durante uma missão de aconselhamento”, destacou um comunicado da força iraniana.

    Oficial da elite militar iraniana, Hossein Hamedi teria sido de essencial importância para seu país durante a guerra Irã–Iraque, entre 1980 e 1988. Ele foi o segundo general da República Islâmica morto este ano na Síria. Mohammad Ali Allahdadi faleceu em janeiro após um ataque de Israel ao país presidido por Bashar Assad.

    O Irã, embora não participe ativamente dos conflitos na Síria, é aliado de Damasco, fornecendo ajuda militar e financeira. A guerra civil síria já fez mais de 240 mil mortos.

    Tags:
    aconselhamento, oficial, general, missão, morte, guerra civil, ajuda, conflito, Guarda Revolucionária do Irã, Estado Islâmico, Mohammad Ali Allahdadi, Hossein Hamedi, Bashar Assad, Aleppo, Damasco, Irã, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar