17:13 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Caças russos em uma base aérea perto de Latakia

    Rússia usa bombas anti-bunker para destruir o Estado Islâmico na Síria (VÍDEO)

    © Sputnik / Dmitriy Vinogradov
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    23830

    Nas primeiras horas desta quinta-feira, caças russos executaram 22 missões, destruindo instalações do Estado Islâmico na Síria, informou o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, Igor Konashenkov.



    O porta-voz explicou que os aviões russos atacaram 11 campos de treinamento do Estado Islâmico nas províncias de Hama e Raqqa, na Síria. Além disso, caãs Su-25 e Su-34 atacaram oito alvos do grupo terrorista na província de Homs, destruindo fortificações.



    "A Força Aérea russa atinge o depósito de combustíveis do grupo terrorista Estado Islâmico em Khan al-Asal", diz o tweet do Ministério da Defesa da Rússia.

    Segundo Konashenkov, os caças russos usaram bombas anti-bunker para destruir construções subterrâneas do Estado islâmico no noroeste da Síria.



    O Ministério da Defesa da Rússia está pronto para discutir com parceiros ocidentais quaisquer propostas construtivas na luta contra o Estado Islâmico, reforçou o porta-voz.

    Nesta quinta-feira, os departamentos militares de EUA e Rússia informaram que estabelecerão contatos para garantir a segurança de voos sobre a Síria e trocaram propostas para cooperação nesse setor.

    Caças russos Sukhoi Su-25, Su-24M e Su-34, com o apoio de aviões Su-30, começaram ataques precisos contra alvos do Estado Islâmico na Síria no dia 30 de setembro, após um pedido do presidente do país, Bashar Assad. Até agora, a aviação russa já bombardeou mais de 100 posições terroristas, destruindo postos de comando, campos de treinamento e arsenais.

     

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)

    Mais:

    EUA e Rússia discutem possibilidade de coordenar ações na Síria
    Presidente do Egito elogia Rússia por papel estabilizador na Síria
    Terroristas “moderados” da Síria recebem “todo tipo de ajuda estrangeira”, diz ministro
    Síria aceitaria hospedar novas bases militares russas
    EUA não descartam zona de exclusão aérea na Síria
    Tags:
    ataque aéreo, ataque a bomba, terrorismo, Su-25, Su-34, Su-24, Força Aérea da Rússia, Estado Islâmico, Igor Konashenkov, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar