12:45 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Rebeldes do Primeiro Batalhão sob o grupo de oposição Exército Livre da Síria participam de treinamento militar em 10 de junho de 2015, nos arredores de Aleppo.

    Terroristas “moderados” da Síria recebem “todo tipo de ajuda estrangeira”, diz ministro

    © AFP 2019 / BARAA AL-HALABI
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    8021

    O ministro da Informação da Síria, Omran Zoubi, disse que os grupos terroristas sírios que Washington chama de “moderados” estão recebendo “todos os tipos de ajuda externa”, de dinheiro a armas, passando por logística e governança.

    Vários grupos armados que operam na Síria e que são considerados pelo Ocidente como grupos da oposição “moderada” estão recebendo ajuda de outros países, incluindo de centros de operações na Turquia e na Jordânia, segundo disse o ministro à Sputnik nesta quinta-feira (8).

    "Os grupos terroristas que Washington chama de moderados obtém todos os tipos de ajuda externa – fundos, armas modernas, gestão e governança. Os centros de operações na Turquia ou na Jordânia são a prova disso", disse Zoubi.

    Desde o início da guerra civil síria, há quatro anos e meio, os EUA e alguns de seus aliados têm armado facções da oposição supostamente “moderada” no país árabe, recusando-se a reconhecer a legitimidade do presidente sírio, Bashar Assad.

    Uma coalizão internacional liderada pelos EUA contra o Estado Islâmico (EI) – grupo cuja barbárie midiática elimina qualquer possibilidade de se falar em “moderação” – tem treinado e armado algumas destas facções rebeldes da Síria na esperança de enfraquecer o regime de Assad, que, por sua vez, também enfrenta os terroristas do EI.

    Não é a primeira vez que Damasco acusa a Turquia de fornecer apoio a grupos extremistas que operam na Síria. Em abril, o Ministério das Relações Exteriores sírio acusou Ancara de fornecer apoio logístico e militar direto a organizações terroristas, enquanto a Arábia Saudita e o Qatar foram acusados de facilitar a infiltração de militantes estrangeiros no país devastado pela guerra.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)

    Mais:

    Chancelaria: Estado Islâmico treina militantes da Rússia no Afeganistão
    Estado Islâmico está usando gás mostarda no Iraque
    Rússia já destruiu 40% das instalações do Estado Islâmico
    Tags:
    conflito sírio, guerra, terroristas, financiamento, dinheiro, armamento, logística, oposição, grupos moderados, rebeldes, Exército Livre da Síria, Estado Islâmico, Omran Zoubi, Bashar Assad, Arábia Saudita, EUA, Jordânia, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar