17:38 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Um membro da MSF ferido durante ataque aéreo dos EUA no hospital em Kunduz recebe tratamento em Cabul, Afeganistão

    Médico: investigação estadunidense do ataque a hospital 'não é independente'

    © AFP 2017/ WAKIL KOHSAR
    Mundo
    URL curta
    Afeganistão entre OTAN e Talibã (109)
    0 34672

    Um representante dos Médicos sem Fronteiras (MSF) disse à RIA Novosti que as investigações lançadas pela parte estadunidense do bombardeio do hospital da MSF em Kunduz (norte do Afeganistão) "não são independentes".

    Mais cedo nesta terça-feira (6), o general John Campbell, principal responsável da missão estadunidense no Afeganistão, reconheceu que os EUA tinham bombardeado o hospital, em 3 de outubro. Segundo o militar, foi uma tentativa de combater os miltiantes do Talibã que tinham ocupado Kunduz. Os militares afegãos pediram apoio aéreo dos EUA, que resutlou na tragédia.

    Tema:
    Afeganistão entre OTAN e Talibã (109)
    Tags:
    Médicos Sem fronteiras, Kunduz, Afeganistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik