11:33 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    9392
    Nos siga no

    A Rússia não tenciona conceder crédito à Ucrânia em nenhuma forma para a compra de gás neste inverno, disse a jornalistas ministro russo da Energia Aleksandr Novak.

    Segundo o acordo que a Ucrânia, Rússia e Comissão Europeia rubricaram em Bruxelas em 25 de setembro, a empresa Naftogaz ucraniana comprará somente dois bilhões de metros cúbicos de gás com 500 milhões de dólares que foram creditados pela UE.

    A parte russa, no entanto, prevê que esta quantidade de gás possa ser insuficiente por causa do inverno frio, considerando que a Ucrânia precisa de 5-7 bilhões de metros cúbicos de gás. 

    «Estes assuntos não estão sendo discutidos. Como vocês sabem, a partir de 16 de junho a Gazprom passou ao regime de pré-pagamento de acordo com o contrato atual e agora, tomando em conta a situação, o Gazprom fornece gás somente nos volumes pagos com antecedência. Não se pode falar da concessão nem de créditos, nem de adiantamentos”, disse o ministro.

    Além disso, o ministro rejeitou o mecanismo de pagamento através da compensação por conta do valor que a Rússia paga pelo trânsito do gás à Europa através da Ucrânia.

    Mais:

    Ucrânia não tem bastante gás para o Inverno
    Kiev está satisfeita com condições de fornecimentos de gás russo
    Tags:
    fornecimento, gás, Naftogaz, Gazprom, Aleksandr Novak, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar