16:59 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Demonstrante russo mantem um cartaz com a imagem do presidente sírio Bashar Assad durante uma ação de apoio proximo à embaixada síria em Moscou, 1 de fevereiro de 2012

    Deputado russo: nossos encontros com Bashar Assad são uma tradição

    © AFP 2017/ NATALIA KOLESNIKOVA
    Mundo
    URL curta
    0 654161

    Um grupo de deputados da Duma de Estado pretende visitar a Síria em breve em missão humanitária, disse em entrevista à Sputnik Sergei Gavrilov, presidente do comité da Duma de Estado para assuntos da propriedade e coordenador do grupo de deputados pela proteção dos valores cristãos.

    “Visitamos frequentemente a Síria por iniciativa dos meus colegas do grupo de deputados pela proteção dos valores cristãos. O objetivo é levar cargas humanitárias: roupa para crianças, medicamentos, roupa quente [que é necessária] na véspera do inverno”, disse. 

    O deputado russo destacou que deputados do parlamento russo costumam se encontrar com Bashar Assad e chefes do governo sírio para estudar a situação e organizar os canais de entrega de ajuda humanitária através das estruturas oficiais. 

    “Por tradição sempre temos uma reunião com ele [Bashar Assad] (…). É uma pessoa completamente adequada, moderna e laica. Consideramos que corresponde às tarefas que a Síria está enfrentando”, disse Sergei Gavrilov.

    Segundo Gavrilov, a questão da ajuda humanitária é coordenada pelo mufti superior sírio Ahmad Badreddin Hassoun e o patriarca ortodoxo de Antioquia João X. As pessoas mais desafortunadas não são os que fogem para a Europa, mas os que são obrigados a ficar no país no meio de bombardeamentos, sofrendo de fome e frio, sublinhou Gavrilov.

    “Além disso, no ano passado ajudamos muitas crianças dos orfanatos cristãos a ir a Rússia para descansar nos campos de férias. Além das questões humanitárias, discutimos o assunto levantado pelo presidente russo Vladimir Putin de restaurar a infraestrutura econômica, reconstruir as comunicações ferroviárias, estradas e infraestrutura elétrica”, acrescentou o deputado russo. 

    Gavrilov afirmou, que para fazer isso, com certeza, é preciso juntar os esforços internacionais de todos os países, incluindo da União Europeia e Estados Unidos, que estão diretamente envolvidos ao conflito, muitas vezes do lado da chamada “oposição moderada” que rapidamente se transforma nas forças mais radicais. 

    “[Devido ao início da operação aérea russa contra os terroristas] com certeza, o nosso trabalho será mais difícil porque é uma zona de ações militares. Podemos dizer que a Rússia faz todo o trabalho pela Europa”, frisou Gavrilov. 

    O coordenador do grupo de deputados pela proteção dos valores cristãos não indicou datas concretas da viagem, mas disse que está prevista para o outono deste ano.

    Mais cedo, nesta quarta-feira (30), a Rússia iniciou uma operação aérea contra as posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria.

    A Rússia vem apoiando o presidente sírio Bashar Assad desde o início da guerra civil que tomou conta do país em 2011 e que já levou, segundo estimativas da ONU, mais de 250 mil vidas. O governo sírio luta contra vários grupos rebeldes e organizações militares, incluindo a Frente al-Nusra e o grupo terrorista Estado Islâmico.

    Tags:
    deputados, missão humanitária, ajuda humanitária, encontro, Duma de Estado, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik